Subscribe:

FanTira [Naruto] (#422)

Comentários
25 Comentários

25 comentaram:

Biel Slash disse...

First

OOOOWN <3

Tadiiinhu ç.ç

ѕаѕμ сяоѕѕ disse...

Nemrio ¨/


Obs: Esse negócio dos pais do Naruto tá tão clichê quanto o "mais de 8000".

b-adelson disse...

coitado morreu,ele e burro, nunca ouviu falar de pai de aluguel(tbm n)

-------------------------------------

retarda disse...

/\ o cara acima deu uma ideia para uma tira xD


nemri mais gostei da musicas (y)

tirinhasfeias disse...

pau no cu do first,

nemri

pau no cu do first kawai!

Babi disse...

A piada já deu o que tinha que dar mais ainda sim gostei da tira =D.
Fikei com dó do Naruto u.u

Woody Steelwheeler disse...

Pobre naruto :/

Bomb Master disse...

E Chico Buarque? Pai afasta de mim... aihoehaeoihaeoi

raul disse...

escuta Titãs - Marvin huauhauhauhauh

Shadou disse...

fico legal embora cliche

pessoa disse...

A piada já deu o que tinha que dar mais ainda sim gostei da tira =D.
Fikei com dó do Naruto u.u[2]

([ARTPIXS]) disse...

A piada já deu o que tinha que dar mas adorei

ri muito alto mas alto mesmo

ThomaS disse...

até q enfim uma tira minha postada ^^
"very clichê"

RmA disse...

coitado do naruto

Matheus disse...

HAahahahaha, vc tem bom gosto para música, sério.

Sasori disse...

uashaushasuh xD

ThomaS disse...

Vlw Matheus

Gustavo disse...

E desde quando o Naruto liga para os pais que ele não teve?

Vinny Jackass disse...

kkkkkkkkk

Fikei com dó do naruto mesmow!

satoshi_tajira disse...

kkkk essa fodeu com o naruto

Yui Narumi disse...

eu naum compreendo...o Naruto
eu tbm naum tenho pai portanto naum tô morrendo de depressão

!!!!!!!!Idiota!!!!!!!!!

felipe disse...

ri q deu dor no bucho > <
U + n li di novo meu medico disse que não aguento outro derrame

Maka disse...

ê tirinha da banda do meu pai ^^ Raimundos :3

Vongola disse...

Legião Urbana :O (L)

Gabriel disse...

Você não tem pai mas o Naruto não tem OS PAIS!!! E mais, o verdadeiro Naruto nunca reclamou por ser órfão, mas ele sempre desejou um, que possa compreendê-lo, ajudá-lo, e não ser desprezado, como aconteceu em sua infância!